25.2.11

Audace


+ O fim-de-semana passado decidi que me ia deixar de coisas, e ia MESMO à caça do... batom vermelho (batom vermelho deve ser lido com a entoação de quem arregala os olhos quando está a começar a falar de um mito urbano que de repente ameaça tornar-se realidade)! E como quando eu me decido a fazer uma coisa, faço mesmo - principalmente se essa coisa que tenho que fazer me serve de desculpa para não fazer outra que tenho meeesmo que fazer mas que, por sua vez, não me apetece mesmo nada - estão a seguir o meu discurso convulsivo e a minha construção sintática caótica?, é que é com isto que eu tenho que lidar na minha cabeça todos os dias por isso dêem-se por felizes que este textinho já é por si só um acto intelectual e como tal, já foi filtrado mil e uma vezes em relação àquilo que eu me faço aturar. :) Ou então, podem simplesmente optar não ler a versão em português deste post e ler a inglesa, que é consideravelmente mais sintética!
+ Desregulamentos hormonais à parte, lá me dirigi à Sephora do NorteShopping (Hello, Sephora, o momento que se segue é um momento de super publicidade: e-mail para contacto ali em cima do ecrã no canto superior direito) e depois de me ter perdido em 30 segundos em frente ao mostrador da Chanel (batom vermelho é Chanel meninas! Até porque na verdade ajuda, visto que já vão ter que experimentar tanto batom para encontrar o tom certo, que pelo menos saber a marca que querem, diminui no caos!) e decidi ir chamar a Conselheira da Sephora.
+ Tenho que vos dar a boa notícia de que ao fim de apenas experimentar 3 batons, tinha descoberto o meu preferido!! Foram só 3 põe batom e faz esforço descomunal para pintar o mais bonitinho possivel, seguido de 3 põe desmaquilhante para tirar baton e lá estava ele, o vermelhão bem 'aberto' como dizia a Conselheira da Sephora (e por aberto entenda-se um vermelho com bastante pigmento amarelo, ou seja, que está mais próximo de um laranja que um cor-de-vinho) como eu queria. Mais contente não podia ter ficado ainda quando fui ver o nome do tom, e o seu nome era Audace... Audace... haverá nome mais perfeito para um batom vermelho?
+ Meia dúzia de piadas depois sobre o nome do baton, sobre o meu namorado que passeava na loja impaciente, sobre a minha relutância em experimentar batons de loja que sabe-se lá quem já experimentou, pergunto-me se a senhora simpática da Sephora faz ideia que eu venho para aqui escrever sobre a minha experiência épica.


+ Last weekend I went hunting for the perfect red lipstick. I'm obsessed with perfect red lips, not all red lips, but there's something youthfull and even sort of laid back, cause it looks so effortless, in those natural looking red lips.  I have a favorite Chanel now, it's Chanel Audace Rouge Allure.







+ Pictures © TFS (first picture) Citizen Couture (the rest) All Rights Reserved

2 comentários:

Tereza Anton disse...

This red lipstick from Chanel is so awesome.

Denise Fernandes disse...

batons realmente regressaram em força! :) ainda bem dão outra vida a face!

spottedtoshare.blogspot.com fã do blog ja sigo